• Assessoria Informativa

Justiça do Rio condena Anthony Garotinho por injúria

Notícia publicada por Assessoria de Imprensa do TJRJ em 03/09/2018 16:31

A juíza Marta de Oliveira Cianni Marins, da 23ª Vara Criminal da Capital, condenou o ex-governador Anthony Garotinho à pena de prestação de serviços à comunidade no período de um mês e dez dias pelo crime de injúria contra o desembargador Luiz Zveiter, do Tribunal de Justiça do Rio. Garotinho acusou o magistrado de ter enviado um intermediário para ameaçá-lo e coagi-lo, em 2017, com o objetivo de impedir que o ex-governador o denunciasse por suposto recebimento de propina da construtora Delta. Em texto publicado em seu blog, no dia 10 de setembro de 2017, sob o título ´A escandalosa operação chequinho´, Garotinho afirmou que, enquanto presidente do Tribunal de Justiça deste Estado, o desembargador teria recebido propina da Delta e que estaria ameaçando, através de terceiros, as pessoas que tentassem denunciá-lo à Procuradoria Geral da República. “Como se observa, o conjunto probatório é seguro e aponta a autoria e a materialidade do delito, bem como o dolo com que o réu agiu, razão pela qual a condenação deve prevalecer, inexistindo circunstâncias excludentes. A conduta do crime de injúria foi praticada em face de um desembargador e ex-presidente do Tribunal de Justiça deste Estado, por meio que facilitou a divulgação da injúria”, destacou a juíza, em sua decisão. Processo nº 0240667-46.2017.8.19.0001 JM/SF 

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo