Juiz reconsidera e blocos podem desfilar sem autorização dos bombeiros

27.01.2016

 
 

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 26/01/2016

 

A Justiça do Rio reconsiderou a medida cautelar de que os blocos de carnaval do Rio só poderão ser realizados com autorização do Corpo de Bombeiros. A pedido da Prefeitura do Rio, ré no processo, o juiz Claudio Augusto Annuza Ferreira, da 9ª Vara de Fazenda Pública, considerou que o corpo de Bombeiros já realiza um plano tático e operacional para atender os blocos carnavalescos.

 

Na decisão, o magistrado manteve, no entanto, a decisão anterior de que os blocos terão que desobstruir as vias públicas, suspender a comercialização de bebidas e não usar mais o carro de som 1 hora depois do fim do desfile.

Ao reconsiderar a decisão, o magistrado entendeu que a ação foi proposta pelo Ministério Público três dias antes do início dos desfiles dos blocos e que estes já haviam obtido autorização da prefeitura.

 

O juiz também entendeu que o Corpo de Bombeiros receberam prévia comunicação da Prefeitura em relação ao desfile dos blocos, a exemplo do ano passado, podendo efetuar planejamento tático operacional para atendimento de eventuais  ocorrências.

 

Processo nº 0009414-58.2016.8.19.0001

 

JM/FB

Please reload

Destaques

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Recentes

21.09.2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Busca por Tags